Confirmando o favoritismo a SK Gaming chega as semis

Confirmando o favoritismo a SK Gaming chega as semis

O Brasil está mais uma vez na semifinal de um major. A SK Gaming venceu a surpreendente Flipsid3 Tactics por 2 a 0 e se garantiu na próxima fase da ESL One Cologne 2016. A equipe de Marcelo “coldzera” David levou a melhor na Mirage, por16-7 e na Nuke, prorrogação, por 19-17.

Com o resultado, a SK terá pela frente a Virtus.pro na semifinal, que ocorre nestesábado (9), às 10h45. Os poloneses eliminaram a desfalcada Astralis, mais cedo nestasexta-feira (8).

Depois de eliminar a Ninjas in Pyjamas na fase de grupos, a Flipsid3 vai para casa com sensação de dever cumprido. Os europeus conseguiram, pela primeira vez, o status de“legend” e se garantiram no próximo major.

Raio-X da partida

Na Mirage, a SK começou no lado terrorista e abriu uma sólida vantagem de 7-1. Os adversários ensaiaram uma reação, mas os dois pontos somados não foram suficientes para quebrar a economia da equipe brasileira, que contou com belas eliminações de Lincoln “fnx” Lau para voltar a vencer e encerrar a primeira etapa em 12-3, com direito a uma tática de cinco snipers no último round.

No segundo tempo, os brasileiros venceram o pistol mas acabaram caindo nos quatro rounds seguintes. Depois de um eco bem-sucedido, a SKretomou controle da partida e finalizou o primeiro mapa em 16-7.

Mapa de escolha da Flipsid3, a Nuke começou com um 6-1 para os europeus, jogando como terroristas. A SK conseguiu se recuperar e chegou ao empate com direito a um lindo clutch de Gabriel “FalleN” Toledo, que sozinho, eliminou dois inimigos e desarmou a bomba. Depois de chegar a igualdade, os brasileiros conseguiram vencer também os rounds seguintes e terminar a primeira etapa em 9-6.

Depois da virada de lados, a SK rapidamente aumentou a vantagem para 12-6 antes que a F3 voltasse a pontuar. Com um poderoso lado CT de Georgi “WorldEdit” Yaskin e Jan “wayLander” Rahkonen, a equipe adversária reagiu, conseguiu valiosos rounds e encostou em 12-13 no placar. As últimas rodadas foram de troca constante de pontos e o tempo normal terminou em 15-15.

Começando no lado terrorista da prorrogação, os brasileiros conseguiram levar os três rounds, ignorando a vantagem CT do mapa. A segunda etapa teve os dois primeiros rounds vencidos pela F3, mas os europeus demoraram para invadir o bomb site e acabaram caindo no terceiro round, dando a vitória e a classificação para a SK.

Fonte: Acesse o site da ESPN

Comments

comments